O segredo de Ouma Ruby

O segredo de Ouma Ruby - Contos InfantisNum subúrbio chamado Riverlea, vive Chris com os pais, dois irmãos e uma irmã. Chris adora ler. E lê de tudo: livros, banda desenhada, revistas, até mesmo os rótulos da garrafa da polpa de tomate.

Ouma Ruby, a sua avó, vive em Coronation, que fica bastante longe dali. Mas Chris adora visitá-la. A avó tem árvores de fruta no quintal e, no verão, os ramos vergam com o peso dos pêssegos, damascos e uvas. As amoras oferecem a todos um sorriso de cor púrpura. Em casa de Ouma Ruby vivem dúzias de primos e tios. E há sempre alguém a cantar, a tocar música numa guitarra artesanal, ou a contar piadas.

É por isso que Chris adora ir para casa da avó nas férias escolares. Numa manhã de sol brilhante, Chris salta da cama. Empoleirados nos ramos das árvores e nos fios dos cabos elétricos, os pardais e as rolas bravas cantam. Chris está muito entusiasmado porque hoje é um dia especial. Tem de se encontrar com a sua avó na cidade, embora não saiba porquê. Tudo o que a avó disse foi “Logo verás.”

Chris toma banho e veste os calções pretos e a camisa azul. Depois, apanha um autocarro que vai para a cidade. Quando chega, dirige-se para a esquina das ruas Pritchard e Diagonal, onde ficou de se encontrar com a avó. Há centenas de pessoas a passar por ali, mas não há sinais dela. Será que ele se enganou no dia? Será que está na esquina certa?

De repente, a avó chega e dá-lhe um beijo.

— Qual é a surpresa, Avó? — pergunta logo Chris. Mas Ouma apenas ri e diz:

— Já vais ver, já vais ver.

Pega-lhe na mão e caminham pela rua abaixo, passando pelas lojas e pelos vendedores ambulantes indianos, que estão sentados atrás de pequenas montanhas vermelhas de pó de caril e de montanhas amarelas de açafrão-das-Índias. Para, por fim, diante de uma livraria.

Entram na loja.

Há livros por todo o lado. Livros de aventuras, de viagens, livros sobre o sol e as estrelas, sobre as pessoas e os lugares de África. Ouma Ruby olha para o neto entusiasmado e sorri:

— Podes escolher dois — diz.

— Dois! Obrigado, Avó!

Chris escolhe dois livros e mostra-os à avó, que coloca os óculos para os ver. Em seguida, folheia cada página devagar.

— Boas escolhas! — concorda Ouma.

Mal paga os livros ao homem atrás do balcão, Chris começa logo a ler um deles.

Duas semanas depois chega um dia especial. É o dia 29 de maio, dia do aniversário da avó. Chris sente-se triste, porque não tem prenda para ela. Queria comprar-lhe uma carteira. Ou uns brincos. Ou um lenço azul. Mas não tem dinheiro. De repente, tem uma ideia. “Vou escrever-lhe uma carta”, pensa. “E na carta vou dizer-lhe o quanto a amo. Vou pedir-lhe que a leia na festa para que todos possam ouvir quanto gosto dela! Será a minha prenda!”

Então, Chris escreve:

Querida Avó

Desejo-te um bom dia de aniversário.

Obrigado por me comprares livros e por me deixares passar todas as minhas férias em tua casa.

Amo-te.

Chris

Depois de escrever a carta, Chris sente-se feliz. Toda a família foi convidada para a festa e, em cima da mesa, há uma enorme variedade de coisas boas: bolo de chocolate e bolo arco-íris, bolachas e docinhos, chamuças e bolinhas de caril, bebidas frescas e chá. A avó está sorridente e feliz, e todos cantam “Parabéns a você!” Depois, Chris tira a carta do bolso e vai entregá-la à avó.

— O que é, filho? — pergunta ela.

— É uma carta, Avó, para ti. Lê-a. Lê-a em voz alta.

— Agora não, Chris — diz ela. — Mais logo.

— Não, Avó. Tens de lê-la agora.

— Não tenho aqui os óculos — desculpa-se ela.

— Eu vou buscar-tos — oferece-se o neto.

A mãe de Chris tenta afastá-lo da avó.

— Deixa a tua avó em paz — diz.

— Mas eu só quero que ela leia a carta — diz o filho.

— A tua avó não sabe ler — explica a mãe.

Chris olha para a avó, estupefacto.

— Mas eu posso ler para ela — responde.

E assim faz. Quando termina de ler a carta, a avó diz:

— Eu também te amo, Chris.

E dá-lhe um abraço de parabéns.

Chris van Wyk

Ouma Ruby’s secret

Giraffe Books, 2006 (Tradução e adaptação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *